NMS Research recebe financiamento Horizon Europe com o projeto PREVENTABLE

Uma das tarefas principais deste projeto, coordenado pela investigadora Carla Oliveira do i3S, é liderada pelas nossas investigadoras Marta Marques e Ana Rodrigues, co-PI e PI do grupo EpiDoc na NMS Research, num projeto de capacitação de pessoas com cancro hereditário.

Este financiamento foi concedido em 5 de agosto de 2022, no concurso europeu  Horizon Europe.

Conversamos com Marta Marques para entender a importância desse financiamento para a pesquisa de seu grupo e assistência à saúde de pessoas que sofrem de cancro hereditário, as Rare Tumour Risk Syndromes (RTRS).

Qual é o principal objetivo deste projeto e por que é importante?

O projeto PREVENTABLE, liderado pela investigadora Carla Oliveira (i3s), visa aumentar o conhecimento atual sobre os modelos de prestação de cuidados às pessoas com cancro hereditário, também conhecido como síndromes Rare Tumour Risk Syndromes (RTRS). Estão envolvidos o conhecimento clínico sobre as vias de cuidado das síndromes RTRS, dados clínicos da vida real de pacientes de RTRS e experiências de profissionais e pacientes, com modelos económicos de saúde, juntando abordagens de ciências sociais para estimar o custo-benefício das intervenções de redução de risco nas síndromes RTRS e delinear diretrizes para a comunicação interna e externa das equipas clínicas e pacientes com RTRS.

Que questões irão ser investigadas?

A equipa da NMS vai liderar um workpackage focado na análise comportamental das tomadas de decisão em relação aos modelos de cuidados de saúde de síndromes RTRS. Usaremos uma abordagem metodológica mista (recolha de dados por questionário e grupos focais, nos vários países que constituem o consórcio. Especificamente, vamos utilizar como base os quadros conceptuais da ciência comportamental para identificar as barreiras e facilitadores à implementação de modelos de prestação de cuidados de saúde focados na prevenção de síndromes RTRS, com equipas clínicas, com os pacientes e com a sua rede de apoio. Com base nos resultados deste trabalho, desenvolveremos recomendações para a comunicação dos modelos de prestação de cuidados de saúde neste contexto, utilizando uma abordagem centrada na pessoa.

O que é que este projeto significa para si e o seu grupo de investigação?

Este projeto fortalecerá a linha de investigação em ciências comportamentais no grupo Epidoc, NMS- Comprehensive Health Research Centre (CHRC), pois iremos testar e avaliar a aplicação de quadros conceptuais (frameworks) das ciências comportamentais para melhorar a prestação de cuidados de saúde em  em doenças raras.

O que poderá este projeto mudar na sua investigação? Que novas portas se poderão abrir?

Este foco na ciência comportamental aplicada à saúde permitirá trazer para o nosso grupo de investigação mais investigadores com formação e competências nesta área e aumentar a nossa competitividade internacional na aquisição de financiamento de investigação transdisciplinar.

 

Marta Moreira Marques
Co-PI EpiDoc, PhD
Ana Rodrigues
EpiDoc Coordinator, MD, PhD

EpiDoC

Ana Rodrigues